Região Noroeste é destaque em Audiência Publica realizada pela Assembleia Legislativa

Foi realizada na noite da última sexta-feira (13), no salão nobre da OAB de Alta Floresta, audiência pública para tratar e debater a logística de integração da região noroeste com a BR-163. O evento foi realizado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso e requerida pelo dep. estadual Pedro Satélite. Estiveram presente o Secretário de Governo Domingos Sávio, que na oportunidade representou o Governador Pedro Taques, Secretário de Infraestrutura Marcelo Duarte Monteiro, o dep. Ademir Brunetto, Prefeito de Alta Floresta Asiel Bezerra de Araújo, representantes de gestores municipais, vereadores, empresários e a sociedade civil organizada.

Em seu discurso o Secretario da Sinfra, Marcelo Duarte, juntamente com a equipe de governo, apresentou alguns números que serão investidos na região. “O projeto básico já está pronto, será feito a integração através da pavimentação de um importante trecho, que também contemplará a construção de uma ponte sobre o Rio Teles Pires, onde somente a ponte será na ordem de R$ 60 milhões”, afirmou o Secretário.

Dentre as pautas de discussões, foi apresentado duas propostas para contemplar o escoamento da região Noroeste do estado. Uma solução seria fazer o trajeto passando pelo município de Novo Mundo até Guarantã do Norte pela MT-419, e outro que passaria pela MT-322 chegando até o município de Matupá.

 

Estradeiro Noroeste presente na audiência

A comitiva do “Estradeiro Noroeste”, formada por empresários e representantes de entidades, saíram do município de Guarantã do Norte na manhã do dia (13), às 10h30 e chegaram em Alta Floresta por volta das 17hs. Segundo os estradeiros, o caminho percorrido por eles, é definitivamente o melhor trajeto a ser investido pelo Governo do Estado.

Um dos participantes o empresário Marcelo de Castro, da Ângulo Brasil Consultoria, que fez parte do estradeiro, usou a tribuna apontando os aspectos Econômico, Social e Ambiental. “Economicamente o estradeiro nos mostrou que é viável fazer um trajeto que passe pelo município de Novo Mundo, mas que o traçado compreenda a Comunidade Cinco Mil. Serão 26 metros de ponte a menos e mais de 30Km diminuídos em pavimento. Valor esse que pode por exemplo ser investido na construção da ponte sobre o Rio Nhandu. Se a obra for sentido o município de Matupá, estaremos errando novamente. Precisamos ir pro Norte e não retornarmos ao Sul”, esclareceu.

No aspecto Social Segundo Castro, a Comunidade Cinco Mil compreende mais de 1.200 famílias assentadas, com importante destaque para a Agricultura Familiar. Ele menciona ainda a questão ambiental, pois o trajeto passaria próximo ao Parque do Cristalino, lugar que abriga a maior quantidade de pássaros do mundo.

A Equipe do Estradeiro Noroeste finalizou sua participação na audiência, se comprometendo em dez dias apresentar um relatório a partir de todos os dados colhidos durante o trajeto. O documento será entregue a Sinfra e a Assembleia Legislativa.

 

Por Anderson Paulo

 

 

 

Comentários